Segurança Publica
19/06/2015
Alterar Tamanho da Fonte 
Policiais utilizam WhatsApp para identificar suspeitos

Que o WhatsApp é o um dos aplicativos mais populares quase ninguém duvida. São 800 milhões de usuários em todo mundo, com projeção de chegar até o final do ano em 1 bilhão de usuários.
O aplicativo ficou tão popular que, hoje em dia, quando alguém pede o telefone de uma pessoa, pergunta logo se ela tem WhatsApp. Um usuário pode estar em vários grupos diferentes.
O aplicativo também virou moda entre os profissionais de segurança pública no combate a criminalidade. Vários municípios brasileiros já disponibilizam números, como mais uma ferramenta de denúncia, somando-se ao 190 ou ao 181, com a praticidade e agilidade da informação. Esse serviço ainda não está disponível em Campos Novos, porém, o WhatsApp está sendo utilizado como ferramenta de investigação policial. Um dos principais grupos interliga os profissionais da segurança pública da região, como policiais civis, militares, rodoviários e agentes prisionais para a troca de informações em atos suspeitos.

 

Leia mais na edição de hoje, na versão impressa.



Notícia Visualizada 162 vezes
Últimas Notícias
05/09/2019  — Governo de SC convoca aprovados da Segurança Pública
09/08/2019  — Dupla é presa em flagrante por Tráfico de Drogas em Campos Novos
08/08/2019  — Governador de Santa Catarina anuncia convocação de concursados do IGP, Polícia Civil e Bombeiros
08/08/2019  — Homem é preso em flagrante por Violência Doméstica em Campos Novos
07/08/2019  — Policias Civil e Militar cumprem Mandados de Busca e Apreensão no Município de Zortéa.
05/08/2019  — Ocorrências atendidas pela PM durante o final de semana em Campos Novos
05/08/2019  — Polícia Civil celebra 207 anos de história em Santa Catarina
06/02/2019  —  Morte de bebê vira caso de polícia em Campos Novos. Polícia Civil já ouviu a mãe e familiares
25/06/2015  — Polícia Civil de Campos Novos prende homem que espancava a mãe, o enteado de 5 anos e a companheira
12/06/2015  — A pedido de Padre Pedro, Ministério solicita recursos para pesquisas sobre tornados em SC